A Tirania dos Preços Baixos



   
Recentemente Seth Godin publicou em seu blog, um interessante texto sobre Preços Baixos, que traduzo e comento abaixo.



Baixar preços é um caminho sem volta, escolha unidirecional. Ou seu preço é o mais baixo ou não é. Inicialmente o processo de baixar preços envolve melhorar eficiências, força decisões difíceis mais termina em resultados melhores, ao menos no curto prazo.


Porém, com o passar do tempo, em um mercado competitivo, a busca por preços cada vez mais baixos mostra-se brutal. Brutal pois em última instância fere seus fornecedores e compromete sua moral e missão. Sempre vai haver um concorrente disposto a baixar um centavo abaixo e para seguir competindo suas opções limitam-se a cada passo. Um ciclo vicioso, perigoso para todos.

O problema em se competir na base do preço baixo, é que é capaz que você vença. E no caminho destruiu muito valor. Pior ainda é quando no final você nem vence e fica em 'segundo'. O estrago é igual e você nem chegou a vencer.
Aparentemente baixar um real no preço de um produto, dez reais em um serviço, parece fácil e, não havendo parâmetros de comparação, resulta na verdade em cortes que podem comprometer a qualidade do produto ou serviço fornecido no final. Para conseguir isso, é preciso mudar um pouco seu ponto-de-vista sobre o negócio, e admitir não se importar com alguns pontos de qualidade. 

Toda grande Marca é conhecida, mesmo entre as de baixo preço, por algo superior aos seus concorrentes. 

Henry Ford ganhou muito no início em sua busca pela máxima eficiência na produção de carros. Revolucionou a indústria em si, inventou a linha de produção. Mas acabou por descobrir que não necessariamente as pessoas queriam o carro mais barato possível, e sim, queriam um carro do qual pudessem se orgulhar, que fosse um pouco mais seguro, mais bonito e cujo processo pagasse um salário a quem o produzia de forma a incluir aquele trabalhador na sociedade com dignidade. 

Em última instância, competir apenas na base do preço baixo, é uma fuga. Fuga de quem não tem capacidade para oferecer algo que se vale a pena pagar um pouquinho mais. Fuga de quem não tem coragem de poder apontar o seu produto ou serviço e dizer "não é mais barato, mas vale o preço".

Cuidado! A corrida por preços baixos é um caminho sem volta para sua destruição.

Confira o post na íntegra (inglês).
:)
< / >.
   

Um comentário:

  1. Ótimo texto quem e empreendedor sabe bem como e isso.

    ResponderExcluir

Por respeito aos demais leitores, o autor do blog se reserva o direito de filtrar comentários julgados inapropriados e spams. Agradecemos seu comentário, que será publicado depois de verificado. Muito obrigado. :)